Aller à la page d'accueil. | Aller au contenu. | Aller à la navigation |

 
 
Acções do Documento

Todos chamados à santidade

12 novembro 2013

«Santos e santas de Deus cuja vida e cuja morte
gritaram Jesus Cristo pelos caminhos do mundo,
santos e santas de Deus, rogai por nós!»

 

 

A festa de todos os santos, conhecidos e desconhecidos, lembra-nos que não estamos sós; estamos integrados num corpo do qual somos membros. Em Cristo ressuscitado, os santos permanecem solidários com toda a humanidade, tornando-se o corpo de Cristo. A sua vida fecunda anima a nossa humanidade.

Cada um, no seu tempo e à sua maneira viveu o Evangelho, deixou-se guiar pelo Espírito de Cristo. O seu exemplo estimula-nos na nossa caminhada para Cristo.

«Podemos dizer que O imitaram, mas de modos muito diferentes, o que nos leva a compreender que a imitação de Cristo não é material : os santos colocaram os seus passos nos de Cristo de formas diversas, noutras condições, noutras culturas, com temperamentos diferentes.» Padre M. Domergue

Compete-nos hoje, encontrar o nosso próprio caminho, até chegarmos, como eles, à semelhança com Cristo. Felizes seremos se a exortação de São Paulo encontra eco na nossa vida:

« Se é verdade que, em Cristo, nos confortamos uns aos outros, se nos encorajamos no amor, se estamos em comunhão no espírito, se nos revestimos de ternura e de piedade uns para com os outros, então, para que a minha alegria seja completa, tende as mesmas disposições, o mesmo amor, os mesmos sentimentos; procurai a unidade. Não vivais na intriga nem na vanglória, mas sede humildes e considerai os outros superiores a vós mesmos. Que cada um de vós não viva preocupado consigo próprio, mas com os outros. Tende entre vós os sentimentos que devemos ter em cristo Jesus.»

<< Voltar à lista