Aller à la page d'accueil. | Aller au contenu. | Aller à la navigation |

 
 
Acções do Documento

Querida Sara

12 fevereiro 2018

 

 

Lindo Testemunho !
Três anos no meio dos migrantes
Em Sicília


A todas aquelas e aqueles que nos lêem no nosso site, temos a alegria de trazer à vossa leitura o lindo testemunho recebido pela nossa Irmã Sara, Ayelech seu nome de registo, Etíope, dado pela Irmã Elisabetta, membro do comité executivo da UISG-União dos Superiores Maiores – aquando da sua saída do projeto, para se juntar às nossas Irmãs dos Estados Unidos da América.


Roma 12 de janeiro de 2018

 

Querida Sara,

 

Antes de mais, gostaria de te dizer um muito obrigada pelo compromisso que viveste connosco nos últimos dois anos .... Pela coragem e simplicidade nas relações que fizeram imediatamente com que fosses apreciada e amada por todos em Ramacca ...

 

A tua presença foi um lindo testemunho, vivido com coragem, apesar das dificuldades que experimentaste ... E que suportaste sem te queixares!
Fica a saber que foste preciosa, dentro e fora da comunidade. Todos nós te amámos e sempre te amaremos, mesmo que já não estejas connosco. O teu sorriso, a cerimónia do café, a tua disponibilidade, deixaram no meu coração uma lembrança muito linda. Obrigada!

 

Vamos sentir muitas saudades e, sobretudo, sentirão a tua falta muitos dos teus amigos migrantes que amaste e respeitaste e a quem apoiaste no hospital, com muito amor e dedicação.

 

Sara, sinto muito que nos tenhas deixado antes de terem terminado os três anos ... talvez porque eu contava muito contigo, agora que abriram as portas ... e também o hospital ... mas o Senhor sabe ... o que te pede e o que nos pede a nós, e irá providenciar!

 

Desejo que o Senhor te conceda cem vezes o que tu nos deste a nós, aos amigos migrantes, aos amigos sicilianos ... E isso vai ajudar-te na nova missão que o teu Instituto te confiará.
Já sabes para onde vais e o que vais fazer? Ficarás na Etiópia, ou noutro lugar?

 

Estou muito triste por teres ido embora e estou triste por não ter podido despedir-me de ti como tanto gostaria, mas neste momento o trabalho no escritório é muito e a minha saúde é bastante frágil.

 

Abraço-te de todo o coração, que o Senhor te abençoe e proteja na tua nova missão. Continuo a trazer-te no meu coração e a lembrar-te na minha oração.



Elisabeta

 

Somos interpeladas pelo belo testemunho da nossa Irmã Sara? Estamos disponíveis para um tempo gratuito no meio dos migrantes na Sicília ?
A vida religiosa segue novos caminhos, os caminhos das periferias, como nos diz o Papa Francisco!
Jovens não tenhais medo de consagrar a vossa vida inteiramente ao Senhor, ao serviço dos nossos irmãos fragilizados. A vida tem sentido quando se dá ! Bem-aventurado ! Bem-aventurada !

 

<< Voltar à lista