Aller à la page d'accueil. | Aller au contenu. | Aller à la navigation |

 
 
Acções do Documento

INFORMAÇÕES DA NOSSA FAMILIA – F.M.N.S.

22 janeiro 2016

 

CONSELHO GERAL

 

Em primeiro lugar, queremos dirigir-vos um OBRIGADA muito sincero pelos votos que nos enviastes. Apresentados com a criatividade própria de cada uma, todos são portadores da vossa afeição e comunhão fraterna, a promessa da vossa oração e a preocupação de viver o vosso compromisso onde quer que vos encontreis, com tudo o que sois, segundo o carisma da nossa Congregação. Por detrás das mensagens e das assinaturas, há o rosto e a vida de cada uma de vós que nos estão bem presentes. Acreditai que somos muito sensíveis a isso, pois,este apoio é-nos indispensável para cumprirmos a nossa missão, de cada dia, ao serviço da Congregação, da Igreja e do mundo ao qual somos enviadas.


De 27 a 30 de setembro de 2015, cerca de 30 Irmãs jovens de toda a Congregação encontraram-se na Casa Geral de Paris, depois do grande encontro internacional de Roma, onde onze dentre elas estiveram presentes. Foram momentos fortes de partilha, acolhimento do outro, abertura, conhecimento recíproco e apoiomútuo, para todas. Apreciámos a vontade de se compreenderem, ultrapassando as diferenças de cultura, língua, mentalidade…assim como a profundidade das suas reflexões. Esperamos que tenham podido partilhar, um pouco convosco, a riqueza deste encontro, cheio de promessas para o futuro.


(Podem encontrar fotografias, comentários e outros, no site da Congregação: www.fmnd-international.org na rubrica «Atualidades»).


Em Maio de 2015, foi dirigido a todas as Congregações femininas um apelo da UISG (União Internacional dos Superiores Gerais) a fim de se formar uma ou duas comunidades internacionais, destinadas ao acolhimento e ao serviço dos refugiados, na Sicília. A UISG celebrou, em dezembro de 2015,cinquenta anos de existência e, para assinalar este aniversário, pensou num projeto comum a todas as Congregações, para responder às necessidadesmais urgentes do nosso tempo. Assim nasceu o «Projeto Migrantes». Sabeis que a nossa Congregação de Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora respondeu positivamente a este pedido: a nossa Irmã Ayelech (Sara) Shamebo foi solicitada paraesta presença e este serviço junto dos nossos irmãos e irmãs mais necessitados. A nossa Irmãviajou para a Itália no princípio de Outubro, para fazer comunidade com outras 9 Irmãs de diferentes Congregações e nacionalidades, preparando-se para esta missão na Sicília.


A celebração jubilar da UISG realizou-se em Roma, a 12 de dezembro de 2015, e consistiu numa Eucaristia, durante a qual, as Irmãs destinadas à Sicília foram enviadas em missão. A Irmã Maria Helena, nossa Ministra Geral, participou nesta celebração, acompanhada pela Irmã Getu.


Vemos esta missão como uma bênção, a fim de estar com aqueles que necessitam de nós, pela escuta e partilha dos seus sofrimentos.


Felicitamos a nossa Irmã Ayelech e as Irmãs das outras Congregações, pela sua nova missão.

 


América do Norte- Região de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro


Liceu Franciscano de Cristo Rei – BATON ROUGE
Este ano de 2015 foi realmente um tempo de nova aventura para nós, Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora. No princípio do ano, fomos abordadas pela ‘rede’ Cristo Rei de Chicago para eventualmente patrocinar uma escola em Baton Rouge, para crianças desfavorecidas não tendo possibilidade de obter uma educação em Escola Superior. Depois de muita oração e reflexão, foi tomada adecisão tomada de aceitar o desafio. Na verdade, perguntamo-nos : «O que faria S. Francisco, se hoje estivesse cá? » Sentimos que o Senhor nos chamou a avançar mais longe!
Como podeis adivinhar, o nome da escola será "Liceu Franciscano Cristo Rei - Baton Rouge". Todas as escolas, no seio da rede, devem ter o nome de Cristo Rei e o nome da cidade. Também devem ter o nome do organismo patrocinador. Os habitantes de Baton Rouge estão realmente felizes e entusiasmados, pois as crianças desfavorecidas terão a sorte de receber uma educação católica. A primeira classe deverá começar no Outono de 2016 ou na Primavera de 2017.
Retiro de 2015
Durante a Semana Santa, o Frei James Gannon, OFM, orientou-nos um retiro sobre a experiência da Paixão de Nosso Senhor. Cada dia, tirava da narração das Escrituras muito boas reflexões e meditações. As liturgias diárias eram um autêntico percurso sagrado rumo à Ressurreição.

50 anos de presença no Brasil
Em Julho, as Irmãs Margarida Vasques e Barbara Arceneaux tiveram o privilégio de juntar-se às nossas Irmãs da Região do Brasil para celebrar o jubileu da Região. Uma celebração linda! Foi muito festiva e, como de costume, as nossas Irmãs foram muito acolhedoras. Foi um acontecimento especial.

 

A Irmã Maria Helena, nossa Ministra Geral, estava presente para a Visita Fraterna. Estavam também várias nossas Irmãs de outras partes do mundo. Foi uma grande experiência vivida com muito entusiasmo. Muito obrigada às Irmãs do Brasil, por terem sido tão amáveis.

 

Passagem da Ir. M. Catherine Hang Luu

A Irmã Catherine Luu foimembro das Filhas de Notre-Dame du Saint-Rosaire de Nova Orleães desde 1984, e nos três últimos anos esteve em discernimento, procurando a possibilidade de passar à nossa Congregação.


A 30 de Julho de 2015, o Conselho Geral aceitou o processo da passagem da Irmã Catherine à nossa Congregação por um período de provação de três anos. A 2 de Agosto, festa de Nossa Senhora dos Anjos, as Irmãs reuniram-se na Casa Regional para celebrarem a cerimónia da passagem da Irmã Catherine à nossa Congregação.

 

 

 

 

Etiópia: Região N. Senhora do Perpétuo Socorro (Kedane Meheret)

1. Formação
No dia 8 de setembro de 2015, duas noviçasde 2º ano, Ir. Agnes Feseha eIr. Belaynesh Ganta fizeram a Profissão Temporária.


Este ano temos duas noviças de 2º ano atualmente em duas comunidades diferentes, para continuarem a sua formação à vida comunitária e adquirirem experiência para a missão. Cinco postulantes de 2º ano seguem, em Addis Abeba, um programa de formação intercongregacional organizado pela Conferência das Superioras Maiores.


2. Atividades
A Ir. Getu Francis Petros, Conselheira geral, visitou as atividades apostólicas da Região e dialogou com cada Irmã.
Como é exigido pela política educativa do governo, e, com o apoio da organi-zação italiana Aiuti Centro Per l’Etiopia, a escola pré- primária de Santa Clara de Nazareth foi promovida ao nível de primeiro ciclo da escola primária desde setembro de 2015.

3. Missão
Desde outubro de 2015, a Ir. Ayelech Shamebo é membro duma comunidade intercongregacional a serviço dos refugiados na Sicília – projeto iniciado pela Conferência Internacional das Superioras Gerais em Roma.

Desde abril de 2015, a Ir. Maria Antonios está de regresso da Irlanda, após quatro anos de serviço e de presença. Neste momento, cinco Irmãs estão a fazer uma formação em línguas, preparando-se para partirem em missão fora da Etiópia: a Ir. Adanech Mathos será enviada para a Irlanda, a Ir. Abynesh Paulos para Djibouti, a Ir. Filseta Tereda, Ir. Wube Moges e Ir. Asnakech Shimeles irão para a Zâmbia. Duas Irmãs irão para Lusakadurante seis meses para melhorarem o Inglês e depois será aberta a comunidade, em setembro de 2016.


4. Projetos para o futuro
Cada Irmã, na sua comunidade, é encorajada a estar atenta ao programa e a participarnos encontros sobre o tema do«Ano da Misericórdia» nas respetivas dioceses. Além disso, a Região da Etiópia‘Kidane Miheret’prevê uma reunião com todas as Irmãs, a fim de nos ajudar a refletir verdadeiramente e a fazer passar mensagens de misericórdia na nossa vida de cada dia.


A Região, dentro de pouco tempo, vai inaugurar uma nova casa destinada a acolher e a prestar cuidados às nossas Irmãs idosas da Região. Trata-se da casa São Damião, junto do Centro de Saúde de S. Francisco, em Nazareth.

 

Irlanda: Fraternidade com Estatuto especial - Notre Dame de Knock

 

 

Dia 7 de outubro de 2014 : a Irmã Clare começou o seu mandato de Ministra local na Comunidade de Mullingar, composta por 5 membros : 3 irmãs irlandesas - Sr. Clare, Sr. Cecilia e Sr Colette, e, 2 irmãs etíopes - Sr. Yodit e Sr. Maria.

8 de dezembro de 2014 : a comunidade deu um grande passo, fazendo da casa uma Casa Franciscana de Espiritualidade e Acolhimento. Este projeto foi lançado durante uma celebração Eucarística, na qual participaram alguns vizinhos e amigos. A Eucaristia foi celebrada pelo Frei Jim Cogley.


3 de janeiro de 2015 : a comunidade comemorou, com alguns amigos, os 75 anos de vida religiosa da Irmã Colette. O Bispo Michael, celebrou a Eucaristia pela nossa Irmã.


24 de janeiro de 2015 : Orientado pelo Frei Jim Cogley de Wexford, realizou-se um seminário de um dia sobre o tema «Curar a árvore genealógica". Nele participaram 36 pessoas, o que muito nos encorajou.


29 de janeiro de 2015 : Um maravilhoso presente foi oferecido à comunidade: alguém que frequenta a nossa casa está pronto a fazer direção espiritual às pessoas que o desejam. Neste mesmo dia, chegou o nosso primeiro hóspede a nossa casa .

9 de março de 2015 : aconteceu uma situação única para as Irmãs: uma reunião entre um detido e a sua família foi facilitada na comunidade.


Durante a Semana Santa de 2015, fizemos o nosso primeiro retiro de uma semana, orientado por um dos nossos irmãos franciscanos do convento de Multyfarnham. O jardim Alverne foi benzido durante a Missa da manhã.


11de Junho: Primeira reunião do grupo de estudos bíblicos que se fazem, habitualmente, todas as quintas feiras, às 19 horas.


23 de Junho de 2015: na festa do Sagrado Coração de Jesus foi aberto ao público o jardim Alverne. Foi aberto oficialmente pelo Dr. Patrick Mangan que, durante anos, se manifestou muito disponível para acompanhar as nossas Irmãs. No fim, foi servido um refresco.


23 a 30 de novembro, tivemos a visita oficial da Superiora Geral e da Irmã Getu, do Conselho Geral. Foi um tempo de reflexão e de estudo espiritual, a prosseguir no futuro. Durante uma pequena cerimónia de compromisso, a Irmã Maria Helena entregou um emblema aos Membros Associados. Durante a visita, chegou a Irmã Anita, proveniente de Madagáscar. A nossa Irmã é verdadeiramente bem vinda à nossa comunidade, que está a crescer.


Vamos tentar desenvolver a Casa Franciscana de Espiritualidade e Acolhimento, continuar a aprofundar a nossa própria vida comunitária através da oração e da vida em comunidade, onde os talentos e as energias de cada membro são apreciados e acolhidos. Temos de construir uma verdadeira comunidade, se queremos oferecer algo àqueles que desejam passar um tempo em nossa casa.
 

<< Voltar à lista